top of page

DEVOCIONAL DIÁRIO NO EVANGELHO DE MARCOS

Devocional Marcos 019

Marcos 2: 15 Durante uma refeição na casa de Levi, muitos publicanos[a] e “pecadores” estavam comendo com Jesus e seus discípulos, pois havia muitos que o seguiam. 16 Quando os mestres da lei que eram fariseus o viram comendo com “pecadores” e publicanos, perguntaram aos discípulos de Jesus: “Por que ele come com publicanos e ‘pecadores’?”

17 Ouvindo isso, Jesus lhes disse: “Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes. Eu não vim para chamar justos, mas pecadores”.


Palavra-chave: Come com eles

Tem Gente que faz muita coisa doida e inesperada ou coisas que são controvérsia pura, indo totalmente contra aos padrões sociais estabelecidos, Jesus é este homem. Como falamos anteriormente Levi (Evangelista Mateus) é um odiado cobrador de impostos. Ele é a pior tipo de pessoa possível, pois trabalha contra seu próprio povo e família. Como diriam alguns,” ele é combustível do fogo do inferno”. Não há outra utilidade ou destino para alguém como ele. Jesus, não nos vê desta forma, mesmo assim em meio à multidão Jesus o escolhe.

Nossa palavra de hoje será meditarmos sobre como pode Jesus se associar a tal pessoa. Pois é certo que se você escolhe andar com uma pessoa tão odiada, você será igualmente odiado ou mais odiado. Acredito que mais odiado, porque Jesus meio que vem como um deles. Judeu, Rabino, pregador que conhece as escrituras e para piorar ele se intitula Filho de Deus, mas que não jejua, não respeita o descanso do sábado, expulsa demônios. Para completar parece que vai na contra mão de tudo quando chama Levi e come com ele. Pois é, porém a frase final de Jesus é reveladora e assertiva. “Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes. Eu não vim para chamar justos, mas pecadores”.

Essa resposte de Jesus revela e ensina que não é Jesus que está na contra mão, mas nós estamos. Não é à toa que somos chamados para nos converter dos nossos maus caminhos, nos arrepender e pedir perdão para Deus quando não conseguimos ver que uma pessoa perdida precisa ser resgata, como também não nos damos nem ao trabalho de pensar em convida-la para mudar de vida. Nunca saberemos se não fizermos esse contado com o perdido.


Ore ao Senhor, Senhor meu, que exemplo chocante é esse que lemos sobre nosso amado Jesus, não só é o médicos das curas físicas, mas também do mal do pecados. Que essa palavra seja transformadora também na minha vida dos irmãos que leem este devocional. Que o nosso olhar para as pessoas a nossa volta e os mais perdidos de todos tenham um lugar em minha vida porque Jesus habita nela, que eu possa honra-lo como ele me honra com perdão e amor ao próximo.

17 views0 comments

Recent Posts

See All
bottom of page